sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Ai que dor...

"A dor é a forma de fazer o homem evoluir". Mas diz aí: aonde entra a cólica nisso tudo?

Sério. Todo mês eu tenho um revival de como seria minha vida se eu tivesse algum tipo de doença incurável, terminal. Cara, sentir cólica não é fácil. A coisa mais engraçada é você falar pra algum homem "Aiii que cóóólica" e ver a expressão de pavor estampada no rosto deles!

Minha mãe me disse hoje que essa dor, comparada a de parto normal, é 10 vezes menor. Mano, sério agora...1/10 DE DOR E EU JÁ TÔ ROLANDO NO CHÃO?!?!?!??? Parir então é o que? Vender a carcaça que sobrar do seu corpo pra alimentar os abutres? Acho que vou pensar duas vezes antes de ter filhos...

Mas hoje a tarde foi fogo. Nunca senti dor assim na minha vida. E uma coisa tão...(ahn) "natural", deixa a gente tão impotente. Eu tive a pachorra de deitar na sacada, tomar sol na barriga, pra ver se fazia as vezes de uma bolsa de água quente. Não resolveu.

O que deu jeito na tortura foi uma comprimidinho gelationoso amarelo. Ô milagre da ciência, viu.

Por isso eu acho que deviam ter mais investidores pras pesquisas na áreas médicas, viu. Não daquelas que vão inventar drogas mais potentes pros nossos amigos se doparem pra aguentar os plantões de 36 horas. Mas aquelas que vão ajudar as pessoas de verdade. A gente passa sem qualquer coisa. Mas sem saúde, e com dor, meu, não rola.

Um comentário:

el, Rafa disse...

Eu não tenho essas dores.